Itália é a grande campeã do MX das Nações 2021!

OffRoad 27/09/2021


MANTOVA (Itália) 26 de setembro - Antonio Cairoli, Mattia Guadagnini e Alessandro Lupino, da equipe italiana, fizeram história em casa, conquistando uma vitória difícil e sendo coroados os campeões da 74ª edição do Monster Energy FIM Motocross of Nations.



Apesar do forte aguaceiro e da tempestade que abalou o dia desde o primeiro aquecimento até a última corrida, isso não prejudicou o espírito de luta da Equipe Itália, ou o apoio da multidão de fãs que apoiaram suas nações. O trio de Cairoli, Guadagnini e Lupino reuniu algumas corridas fortes para garantir a terceira vitória da Itália no Monster Energy FIM MXoN, a primeira desde 2002



Juntando-se aos vencedores no pódio estavam a Team Holanda, que terminou apenas um ponto atrás dos vencedores (38 pontos), e a Team Grã-Bretanha, que obteve o quarto pódio consecutivo, terminando em terceiro no geral com 39 pontos.



Na primeira bateria, para as categorias MXGP e MX2, vitória de Thomas Kjer Olsen (Dinamarca, Husqvarna), com Tom Vialle (França, KTM) em segundo e Ben Watson (Grã Bretanha, Yamaha), em terceiro, sendo que Antonio Cairoli (Itália/KTM) ficou na 21a. posição, e com este resultado, a França liderava o Nações. Na segunda prova, com as categorias Open e MX2, vitória de Jeffrey Herlings (Holanda/KTM), seguido por Valentin Guillod (Suiça, Yamaha) e Rene Hofer (KTM), sendo que a Itália assumiu o primeiro lugar na prova, seguida pela Bélgica e Grã Bretanha.



Na última bateria da prova, com as categorias MXGP e Open, mais uma vitória de Herlings, seguido por Cairoli e Glenn Coldenhoff (Holanda/Yamaha), e com este resultado, a Itália venceu o Motocross das Nações de 2021, com a Holanda em segundo e a Grã Bretanha em terceiro, com uma diferença entre eles de apenas um ponto. Com isso, Cairoli se despede da carreira profissional com chave de ouro, conquistando o Nações para a Itália, lembrando que ele correu com o número 46, coincidentemente, o mesmo do seu compatriota Valentino Rossi, que também acumula nove títulos mundiais e se aposenta neste ano.



Pontos dos três primeiros



Vídeo com o resumo da etapa